o que pensam os alunos do ensino médio sobre a carreira científica?

Abril 15, 2012 § 5 comentários

Essa foi uma das perguntas que norteou a ampla pesquisa realizada pelo Observatório Ibero-americano de Ciência, Tecnologia e Sociedade, do Centro de Altos Estudos Universitários da Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI), apresentada no livro Los estudiantes y la ciencia. Veja boas matérias sobre esse material na Pesquisa Fapespo que você não quer ser quando crescer – e na Ciência Hoje – ciência rejeitada. Há também uma entrevista na TV Univesp com Carlos Vogt, coordenador do Labjor/Unicamp, que realizou a pesquisa em São Paulo, uma das 7 cidades de diferentes países integrantes do estudo.

Na minha coluna da edição da Quanta que esta nas bancas trato de uma parte desse estudo (clique na imagem para ler o artigo em tamanho maior). Nele, proponho que o trabalho com materiais de divulgação científica em sala de aula pode ajudar os alunos a terem maior interesse pela ciência, inclusive como perspectiva profissional.

No que diz respeito especificamente aos textos, a capacidade leitora que se espera de um aluno em formação escolar envolve escapar da literalidade dos textos e interpretá-los, discuti-los, compará-los com outros textos e discursos. No contexto do ensino de ciências, a prática do letramento deve ser diversificada para além da leitura e interpretação de textos didáticos normalmente acessados por meio dos livros didáticos.

O uso de textos de divulgação científica, caracterizados por uma linguagem diferenciada e geralmente acompanhados de recursos iconográficos diversos, como infográficos, imagens de microscopia etc, permite essa ampliação. Além disso, tal recurso também propicia aos jovens o conhecimento de boas fontes em meios de comunicação diversificados, estímulo à sua leitura e situações de contextualização e/ou ampliação dos conceitos científicos básicos em estudo.

Um exemplo é esse estudo realizado por pesquisadores do ensino de química, que mostra como o uso de artigos de divulgação científica em sala de aula pode ampliar as possibilidades didáticas. Penso que o mesmo vale para os demais suportes, como vídeos e podcasts, e que tal trabalho se mostra ainda mais relevante perante os resultados obtidos na pesquisa do OEI. E você, o que acha?

Advertisements

Tagged: , , ,

§ 5 Responses to o que pensam os alunos do ensino médio sobre a carreira científica?

  • Eu gostaria de acreditar nisso, que providenciar acesso a novos formatos e dispositivos de midia ajude a converter alunos “desinteressados” em motivados, críticos, reflexivos e fermente um caldo de interações e conexões entre conceitos e conhecimentos prévios e novos, construindo uma visão de ciência que inclua o indivíduo. Reconheço – e endosso – iniciativas como esta (além de eventualmente contribuir, menos do que gostaria, com divulgação via blog científico) mas, mesmo soando como uma voz isloada, acredito que precisamos de uma *revolução* para mudar esta perspectiva. A divulgação científica é apaixonante e converte alguns, mas o ensino de ciências numa sociedade como a nossa, é um desafio que exige toda nossa energia e mais um pouco. Mas há dias que estou mais otimista. Parabéns pela reflexão,
    ana claudia

  • Frederico diz:

    Uma observação de quem “estava” na Ciência e está dando aula no estado… Por maior boa vontade que o professor tenha, fica difícil trabalhar com outros recursos quando nem imprimir e tirar xerox as escolas tiram… não temos laboratórios nem tampouco material de laboratório… há salas de 6a, 7a, 8a série e mesmo do ensino médio onde diversos alunos não sabem sequer ler e as salas contam, em geral, com 30 a 40 alunos. Infelizmente tudo acaba ficando nas costas do professor que tem contas a pagar e não tem muito tempo de sobra… sabemos dar uma boa aula, faltam-nos condições, recursos e estímulo…

    • trnahas diz:

      Olá, Frederico!
      De fato, esse descaso com a escola pública é, ao lado do descaso de mesmo nível com a saúde no sistema público, o pior problema do nosso país. Sem estrutura de trabalho fica mesmo difícil fazer um bom trabalho, por melhor capacitado e intencionado que seja o profissional. Mas se ao menos acesso à rede for oferecido aos alunos, seja na escola, seja via telecentros em bibliotecas públicas e cia, aumenta a chance de disponibilizar materiais para os alunos, tanto elaborados pelo professor, quanto “pescados” por ele na web…
      Obrigada pelo depoimento!
      Abraço, Tatiana

Deixe um comentário ao post

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading o que pensam os alunos do ensino médio sobre a carreira científica? at ciência na mídia.

meta

%d bloggers like this: