série matemática 2: dança matemática

Janeiro 21, 2010 § 8 comentários

O programa a matemática sob outros prismas que o Espaço Aberto Ciência e Tecnologia da Globo News está reexibindo essa semana é imperdível. Vale clicar no link que dá acesso direto ao vídeo e realizar, em pouco mais de 20 minutos, um gostoso, bem ilustrado e atraente passeio pela matemática: o que é, suas aplicações no cotidiano e em diversas áreas da ciência e tecnologia, discussões sobre porque muitas pessoas desenvolveram um bloqueio para a matemática etc.

Um dos entrevistados do programa é Mario Livio, diretor do telescópio Hubble, que diagnostica que tal bloqueio é fruto de um sistema educacional em que os professores deixam os alunos com medo da matemática em lugar de mostrar-lhes sua beleza.

Marco Moriconi, físico da UFF, acredita que as pessoas em geral aprendem aquilo que usam e, no caso da matemática, não conseguem estabelecer uma relação entre aprendizado e aplicação. É como se a matemática fosse “uma solução muito mágica, muito do nada”, nas palavras do físico. Voltarei a essa questão sobre o ensino da matemática um pouco mais adiante na série, a partir de entrevista com alguns educadores.

O programa ainda discute se a capacidade matemática é inata e questiona se pássaros, por exemplo, poderiam fazer cálculos. Esse será tema de mais outro post da série, em que apresentarei os resultados de um experimento muito elegante realizado no Laboratório de Neurociências e Comportamento da USP.

Agora fiquemos com aquilo que me pareceu a cerejinha no bolo do programa: uma seleção de pesquisas em desenvolvimento no Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) sob coordenação do pesquisador Luiz Velho.

Um exemplo é a pesquisa de Sergio Krakowiski, músico e aluno de doutorado no IMPA. No link você pode acessar diversos vídeos do Pandeiro Funk, uma amostra da parceira entre música, matemática e criatividade. O trabalho de Sergio envolve fazer o computador ouvir as notas musicais que toca no pandeiro, entender a música e tocar com ele. No exemplo dessa arte digital exibido no programa da GN, o computador toca sons e também imagens; muito bacana!

Outro exemplo é o trabalho de Analivia Cordeiro, que mescla dança e tecnologia por intermédio da matemática. Eu fiquei encantada com a unsquare dance, um belíssimo exemplo da dança interativa. A artista faz uma coreografia para o corpo e para a projeção visual gerada em computador a partir dos movimentos da dançarina. O computador capta pontos de seu corpo, gera figuras geométricas complexas que são projetadas em uma tela e interagem em tempo real com o movimento de corpo da dançarina em sua dança. O resultado é o que você pode ver no vídeo que abre esse post.

Fantástico, não? Há mais informações sobre esses artistas em suas páginas pessoais (links acima) e nesse post no blog do programa.

Tagged: , , , , , ,

§ 8 Responses to série matemática 2: dança matemática

  • A matemática considero como a mais pura das ciências. E, de um ponto de vista filosófico, a mais bela também, permitindo que a mente do pesquisador voe tão alto quanto a sua imaginação e capacidade permitirem.

    Talvez, Tati, você conheça aquele vídeo da Disney do Donald no País da Matemágica (http://en.wikipedia.org/wiki/Donald_in_Mathmagic_Land). Aqui no Brasil esse vídeo saiu em quadrinhos também, um dos únicos que ainda guardo do tempo que lia gibis, rs. Bateu saudade da infância agora, tô ficando velho, rá!

    Inté!

    • trnahas diz:

      Olha só, sou velhinha também (mais até :), mas não conheço esse desenho do Donald. Agora fiquei com vontade de ver, vou já caçar no You Tube!
      Sobre a matemática, tenho cá minhas dúvidas se pode ser considerada uma ciência. Acredito que seja mais uma linguagem. E, nesse sentido, é das linguagens mais utilizadas pela ciência. Além de ser das mais belas que há (embora eu seja um zero à esquerda em matemática, hehe)

  • Assisti a este programa ele realmente é muito bom! Para àqueles que ainda questionam da importância da matemática, vale a pena assistí-lo para tomar consciência dos fatos.

    • trnahas diz:

      Olá, Francisco,
      obrigada por sua vista ao blog! Passei pelo teu rapidamente agora para conhecê-lo, vou voltar mais tarde.
      No final dessa série sobre matemática que estou escrevendo aqui no blog vou fazer um post só com algumas referências de sites, blogs vídeos etc sobre matemática, agora já sei de um mais para a listinha :)
      Abração, Tatiana

  • Na TV Cultura passou uma série “Arte e Matemática” com o Prof. Luiz Barco.

    Aliás, ótimos os textos do Barco nos bons tempos da Superinteressante.

    []s,

    Roberto Takata

    • trnahas diz:

      De fato, Roberto! O Luiz Barco é uma referência e tanto para divulgação científica que qualidade.
      Boa lembrança essa, vou vasculhar no You Tube também.
      Vejo que essa série sobre matemática será maior do que planejada inicialmente :) – ótimo!

  • Roberta diz:

    Ana livia cordeiro herdou a inteligencia do pai, waldemar cordeiro, estou interessada em receber mais informacoes sobre esse tipo de arte que mescla danca e matematica.

Deixe um comentário ao post

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading série matemática 2: dança matemática at ciência na mídia.

meta

%d bloggers like this: