Darwin, A origem e… história da ciência

Novembro 28, 2009 § 1 Comentário

Chegamos a fim da semana comemorativa aos 150 do livro apelidado de “Origem das Espécies”. Houve muitas comemorações, palestras, debates e, claro, a blogosfera científica pegou fogo.

Procurei reunir em post anterior, publicado no dia D, o que vi de mais interessante nas navegadas pela net. Tinha ideia de fazer uma nova seleção para fechar a semana, mas o urgente vem cada vez mais tomando o lugar do importante. Assim, vou apenas dar um breve “tchau, Darwin!”:

  • está impagável a sequência de tirinhas comemorativas que o Fernando Gonzáles publicou na edição impressa da Folha de São Paulo em 22/11/09. A que abre o post é um exemplo, mas há MUITAS mais. Veja aqui o material completo;
  • o Espaço Aberto Ciência e Tecnologia da Globo News fez um especial  muito bacana com o seguinte mote: “e se Darwin pudesse usar fotos da Nasa e a ciência do genoma em sua viagem pelo mundo a bordo do Beagle?” Veja o vídeo do programa aqui;
  • No Discutindo Ecologia, o Luiz Bento apresentou uma importante reflexão sobre a construção histórica da teoria da evolução, enfatizando a importância dos antecessores e contemporâneos de Darwin, geralmente negligenciados ou rapidamente apontados como aqueles que apresentaram a “teoria errada”. Leia aqui. Recomendo fortemente a leitura desse post, muito sintonizado com o que falei outro dia aqui sobre a história da ciência no ensino de ciências (a história que falta).

Depois dessa ligação entre os antecessores e os sucessores de Darwin, encerro com as palavras de Salzano*:

DA ORIGEM DAS ESPÉCIES À BIOLOGIA MODERNA

Há 200 anos, nascia em família abastada da Inglaterra o naturalista Charles Darwin. Sua obra principal, “Origem das Espécies”, publicada em 24 de novembro de 1859, pode ser considerada como uma das mais importantes em toda a história da humanidade. Enquanto os estudos de Nicolau Copérnico (1473 – 1543) demonstraram que nosso planeta não estava no centro do universo conhecido, Darwin realizou tarefa semelhante, de demolição da ideia de que éramos seres privilegiados, criados de maneira separada de todos os outros seres vivos. Na verdade, somos apenas um elo no processo evolutivo que liga toda a matéria viva entre si. Caía por terra, portanto, todo um passado de arrogância. O mundo nunca mais seria o mesmo após a publicação de seu livro.

Darwin certamente ficaria maravilhado com os desenvolvimentos que ocorreram, especialmente nos últimos 30 anos, na área da genética e da biologia molecular. Um século e meio após a publicação de sua obra seminal, o paradigma principal da seleção natural como força direcionadora da evolução, reavivado pela teoria sintética** e reforçado pela revolução molecular, permanece tão atual como nunca.

* Francisco Salzano é professor no Departamento de Genética, Instituto de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Esse texto de sua autoria integrou material comemorativo do Conselho Regional de Biologia – 1a. Região.

** Falei um pouco sobre a teoria sintética nesse post aqui.

Tagged: , , ,

§ One Response to Darwin, A origem e… história da ciência

Deixe um comentário ao post

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Darwin, A origem e… história da ciência at ciência na mídia.

meta

%d bloggers like this: