eco-pornô

Outubro 4, 2009 § 13 comentários

Não, esta não é mais uma blogagem coletiva “cientista caça-paraquedistas“. Mas aproveitando que o post ” então aquilo era… um pênis?” é o mais acessado aqui no blog, vou arriscar mais uma borderline. E agora conto com ninguém mais, ninguém menos que Isabella Rossellini como mentora intelectual e protagonista de cenas incríveis de sexo animal.

A atriz concebeu e protagonizou uma deliciosa série (Green Porno) de vídeos de 2-3 minutos sobre a vida sexual dos animais para o estadounidense Sundance Channel. Cada um começa com Isabella devidamente paramentada como um dos animais retratados e dizendo: “Se eu fosse um…”. Em seguida, a atriz mostra na prática a relação entre as estruturas corpóreas e o comportamento sexual característico da espécie. Descobri a história em um ótimo post da Neurocientista de Plantão e fui correndo me divertir com o material completo!

Abaixo alguns dos filmes. Não há legenda, mas mesmo para quem não é fã da língua, vale a espiada pelas imagens impagáveis. Quem pescar o inglês vai poder aproveitar a mini-lição sobre parte da anatomia, fisiologia e comportamento sexual de cada um dos animais.

O sexo das minhocas (com direito a 69):

O sexo das moscas (com direito a visitinha ao – irgh! – berçário):

O sexo dos caracóis (sadomasô):

Se ficou com um gostinho de quero mais, visite o site da série no Sundance Channel. Ainda tem aranha, camarão, polvo, anchova… E lá os filmes estão com melhor resolução.

Você ainda pode conhecer o sexo selvagem do louva-a-deus no Discutindo Ecologia e dez maneiras originais de atingir o orgasmo no Rainha Vermelha.

Atualização 05/10/2009: A Maria, do Ciência e Idéias, também escreveu dois ótimos posts sobre os fantásticos filminhos de Isabella. Um deles (Pornô Educativo) fala sobre os filmes desta terceira temporada da série e o outro  (Sexo Animal) sobre a temporada anterior.

Tagged: , , , , ,

§ 13 Responses to eco-pornô

  • Joey diz:

    Hehe! Parece coisa de The Big Bang Theory!

    Inté!

  • maria diz:

    oi tati, quando descobri o “green porno” (http://scienceblogs.com.br/cienciaeideias/2009/04/sexo-animal.php), sugeri que alguém pusesse legendas pra democratizar o acesso. acho que o pessoal ficou chocado, ninguém deu bola. fico feliz que você também tenha gostado!

    você viu que também segui a dica da suzana herculano? (http://scienceblogs.com.br/cienciaeideias/2009/10/porno_educativo.php)

    sintonia!

    • trnahas diz:

      Oi, Maria,
      já estamos com uns 3 dias de sintonia, heim! Vamos manter o pique até a discussão da revista, aí já são dois votos pra mesma ideia :)
      Adorei mesmo os filmes!!! Muito bem bolados e lindos!
      Queria que as escolas tivessem a coragem de usá-lo como material educativo nas aulas de ciências, a molecada iria amar!!!
      Gostei dos teus posts; já tinha desde a outra temporada!
      Eu tava por fora total, ouvi falar disso só agora. Temos que convencer alguns amigos a ajudarem na tradução! Se cada um pegar 1-2 num toma muito tempo. Só não tenho a mínima ideia de como faz pra associar o texto das legendas nos filmes…
      Beijão

      • maria diz:

        minha mãe falou exatamente isso, que devia passar em escolas! também não tenho ideia de como fazer legendas, por isso mandei a sugestão pro pessoal do sbbr, que tem muita gente ali versada nessas coisas. mas ninguém se interessou.
        ainda bem que alguém concorda comigo, fico me sentindo menos isolada!

        • trnahas diz:

          É, eu realmente acho que seria um excelente material pra trabalhar em escolas. Mas as pessoas estão muito travadas ainda… Escrevi recentemente uma coleção de livros didáticos de ciências com duas colegas e boa parte das atividades que propunhamos eram assim, digamos, menos ortodoxa. Vamos ver qual será a recepção :)
          Sobre as legendas, dá pra gente fazer de alguns, conforme for sobrando um tempinho, deixa digitada lá e depois descobre alguém que saiba como coloca no vídeo; acho que pra essa parte será mais fácil encontrar auxiliares!

  • Joey diz:

    Fantástico, muito obrigado!

    III EWCLiPo, na UFABC? A 5 min da minha residência, você quer dizer? Haha, parece mentira!

    Inté!

  • maria diz:

    boa, vamos começar então! eu pego a primeira temporada, você a segunda. que tal?

    • trnahas diz:

      A princípio acho ok. Mas, sem querer ser chata (tô com pontos negativos acumulados com a história da revista!), tenho uma outra proposta: vamos começar por aqueles que estão no You Tube (tem pouco mais de 10 lá)? É que não sei se é fácil colocar legenda nos vídeos que estão no site do Sundance Channel (questão de formato, sei lá…), mas nos que estão no You Tube deve ser, já que há vários assim legendados. Só pra não corrermos o risco de traduzir e depois não conseguir colocar…

Deixe um comentário ao post

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading eco-pornô at ciência na mídia.

meta

%d bloggers like this: