uma visita espontânea à Estação Ciência

Julho 4, 2009 § Deixe um comentário

Ontem estive na Estação Ciência com uma amiga e duas crianças. Queríamos conhecer o recém inaugurado Laboratório de Microscopia e visitar a exposição Visões da Terra. Mas não conseguimos fazer nada disso! Por quê? Bem, usando o linguajar da própria equipe do museu, éramos visitantes espontâneos. E, pelo que pudemos perceber, a vida de um visitante espontâneo não é tão fácil quanto se pode supor.

Você acha (como eu pensava) que consultar o site para saber da programação, comparecer ao local dentro do horário de funcionamento indicado, comprar o ingresso na bilheteria e entrar para conhecer as exposições é o procedimento mais adequado? Então é bom você ler o relato abaixo para se reprogramar antes de juntar a criançada em férias para uma visita ao museu.

[ou salte direto pro resumão no outro post]

A Estação Ciência é um dos principais e mais antigos museus de ciência da Universidade de São Paulo. De acordo com a descrição do site do próprio museu,

A Estação Ciência – USP é um centro de ciências interativo que realiza exposições e atividades nas áreas de Astronomia, Meteorologia, Física, Geologia, Geografia, Biologia, História, Informática, Tecnologia, Matemática, Humanidades, além de cursos, eventos e outras atividades, com o objetivo de popularizar a ciência e promover a educação científica de forma lúdica e prazerosa.
Para receber os visitantes, a Estação Ciência tem uma equipe de estagiários (estudantes universitários) que auxiliam nos experimentos, fornecem informações e esclarecem dúvidas sobre as exposições.
O público anual é de mais de 400 mil pessoas, entre escolares e público geral.

Legal, né? E é mesmo. Há diversas exposições bem interessantes e pode-se aprender muito sobre ciências lá. Mas, sendo visitante espontâneo, as coisas são um pouquinho complicadas. Por exemplo, falemos da nova atração do museu, divulgada aos quatro ventos desde sua inauguração há cerca de 15 dias:

– o site da Estação Ciência sequer menciona o lab entre suas atrações. Como veremos por outras razões a seguir, o site está mais do que desatualizado;

– o blog da Estação Ciência postou uma chamada para o lab em 9 de junho. Faz uma pequena descrição da atração e informa ao público que

O Laboratório será disponibilizado ao público no mesmo esquema das demais exposições: para grupos e escolas, basta fazer o agendamento da visita e incluir o Laboratório no roteiro. Já para o público espontâneo, famílias e turistas, haverá sessões em diversos horários dos finais de semana. Para participar das atividades do Laboratório é necessário ter a partir de 11 anos. As sessões têm a duração de uma hora.

– o mesmo blog postou novo comentário sobre a atração ontem, a despeito de referência feita no Guia da Folha. A informação dada foi:

Confira a EC como dica de passeio para as férias publicada no Guia da Folha de hoje. Lembrando que as atividades do novo laboratório acontecem sempre em sessões com horários determinados.

– o site “Caminhos da Cultura – guia de cultura da Universidade de São Paulo”, elaborado pela Pró-reitoria de Cultura e Extensão, traz a seguinte informação sobre a Estação Ciência:

[São Paulo]
ESTAÇÃO CIÊNCIA

Ciência
Experimentos, maquetes e jogos que abordam a astronomia, a física, a matemática, as geociências, a história, a biologia e a geografia. No andar térreo, há uma réplica de esqueleto de dinossauro, um planetário inflável e experimentos de física, seguidos de mesas com jogos que trabalham conceitos matemáticos. A biografia e a anatomia do nosso planeta estão na seção de ciências da terra, onde duas atrações costumam fazer sucesso: o simulador de tsunami e o de terremoto. No andar superior, há o espaço de exposições temporárias e a área dedicada à biologia. A seção sobre o corpo humano conta com uma maquete gigante do nosso ouvido e modelos do corpo humano. Todas as áreas oferecem o atendimento de monitores. Confira a exposição Darwin Now, mostra em homenagem aos 200 anos do naturalista Charles Darwin (até 17/5). [grifo nosso]
Quando: ter. a sex., 8h às 18h, sáb., dom. e feriados, 9h às 18h
Onde: R. Guaicurus, 1394, Lapa
Quanto: R$ 2,00 (estudantes, adultos e crianças acima de 6 anos), R$ 5,00 (famílias até 4 pessoas), R$ 1,00 (preço por pessoa para famílias com mais de 4 pessoas)
Informações: (11) 3673-7022, ramal 219 l http://www.eciencia.usp.br

– o folder impresso “Caminhos da Cultura”, distribuído em diversos pontos da USP e na própria Estação Ciência, está um pouco mais atualizado que o site, já que no lugar da frase grifada acima está o que se segue:

Confira o novo Laboratório de Biologia Celular, um espaço de 40m2, equipado com microscópios e lupas, além de diversos materiais para estudo da célula, como mock-ups de estruturas microscópicas e telões de plasma interligados aos microscópios, permitindo demonstrações específicas dos monitores.

O que não foi dito em lugar algum, nem mesmo na bilheteria na entrada da Estação Ciência, é que é preciso formar um grupo de no mínimo 11 e no máximo 20 pessoas para poder entrar no lab e que há duas sessões diárias, às 10 e às 14hs (podendo haver uma seção extra se houver público e monitores suficientes para tal). Como visitantes espontâneos geralmente comparecem em grupos menores, é mais difícil conseguir visitar o lab…

O post já está gigante e não contei nem metade do que rolou… A saga de uma visitante espontânea na Estação Ciência segue no próximo post, até lá!

Tagged: , , ,

Deixe um comentário ao post

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading uma visita espontânea à Estação Ciência at ciência na mídia.

meta

%d bloggers like this: