fuga de cérebros

Junho 23, 2009 § Deixe um comentário

Uma amiga querida enviou a dica de uma notícia publicada ontem na Folha Online sobre a já conhecida “fuga de cérebros” (clique aqui para acessar a notícia). Achei muito chique o Ciência na Mídia receber seu primeiro pedido para um post e lá vou eu me meter a falar um pouquinho disso.

A notícia faz referência a um relatório do Sistema Econômico Latino-Americano e do Caribe (SELA) que aponta para uma alta de 155%, entre 1990 e 2007, no total de latino-americanos qualificados que vivem no chamado mundo desenvolvido, mais especificamente nos países-membros da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

O foco da notícia – e, ao que parece, do relatório (ai, sim, confesso que não li o relatório…) – está não só nesse significativo aumento, como também no fato de a América Latina e o Caribe comporem a região com maior proporção de exportação de profissionais qualificados para esses países.

Desconheço as análises sérias que estão sendo feitas a respeito (estão?), mas na minha humilde opinião isso é um pouco mais do mesmo, ou seja, não representa novidade alguma pra ninguém. Bem como não vejo muitos indicativos de mudanças desse panorama, o que invitavelmente passaria por políticas públicas de educação e de financiamento e desenvolvimento de centros de pesquisa nos países exportadores de cérebros, coisa que dá muito trabalho, pouca visibilidade a curto prazo e, consequentemente, poucos votos.

Chegamos ao cúmulo de termos instituições de fomento, como a FAPESP, prospectando cérebros no exterior para dar conta da escassez de recursos humanos para a pesquisa científica em algumas áreas de grande importância para o país, como já cheguei a comentar em post anterior.

Vêm aí os anunciados 101 Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia, versão do presente governo para os inicialmente concebidos Institutos do Milênio. Prometem ser uma boa solução para esta pendenga, não há dúvida. Resta apenas saber quando haverá vida útil se desenrolando dentro de cada um deles. Vamos cruzar os dedos para que o ritmo de sua implementação seja um pouquinho mais ágil do que a do PAC

[Clique aqui para conhecer a lista completa dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia]

Advertisements

Tagged: , , , ,

Deixe um comentário ao post

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading fuga de cérebros at ciência na mídia.

meta

%d bloggers like this: