o vôo do besouro

Agosto 16, 2008 § 1 Comentário

um belo besouro de Marco Antonio Nunes

Cientificamente é impossível o vôo do besouro. De acordo com o número de Reynolds – que faz a correlação do tamanho da asa com a viscosidade do ar, mais o cálculo de sustentação – o inseto jamais voaria e, no entanto, voa. Esse aspecto da ciência foi o que me levou a pensar até que ponto o saber abraça a enorme diversidade de fenômenos do mundo natural”

Ao ler este trecho de uma entrevista do artista catarinense Walmor Corrêa, pensei de imediato que este raciocínio de certa forma sintetiza o que penso e sinto sobre a ciência, a pesquisa científica, o ensino e a divulgação da ciência. Há tempos que venho ensaiando iniciar este blog, rabiscar aqui um pouco da minha experiência e das minhas reflexões sobre essas áreas. Parece que agora recebi o cutucão que faltava pra decolar.

[Atualização em 08/09/2009: A propósito, para quem se interessar por saber como os besouros conseguem voar tendo asas tão finas, é só visitar esse artigo da revista Ciência Hoje.]

Tagged: , , , ,

§ One Response to o vôo do besouro

  • gavranha diz:

    Que todas as boas parteiras aparem o bebê, forte e vigoroso que nasce.

    É raro chegar à blogolândia quem sabe escrever e tem o que dizer.

    Vida longa !!!

Deixe um comentário ao post

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading o vôo do besouro at ciência na mídia.

meta

%d bloggers like this: