duas lógicas

Novembro 20, 2013 § 5 Comentários

Escrevi o último post imediatamente após a invasão do Instituto Royal. Passado algum tempo (suficiente até mesmo para nova invasão do mesmo instituto de pesquisa…), queria escrever outro post sobre o tema. Um que fosse mais completo e mais reflexivo. Um que refletisse um pouco do que venho pensando em apresentar como contribuição ao debate no próximo SciCast que logo estará “no ar”. Mas aí caí naquilo que o Luiz Bento bem identificou com um dos problemas do blogueiros de ciências e quase escrevi uma tese. Pior: nem tese escrevi, porque ainda estou no estágio de anotações sobre.

Resumo da ópera: o troço não vai virar post porque não tive tempo de ser breve. Mas para não incorrer novamente no erro do silêncio virtual, uma alternativa intermediária: segue o rascunho que produzi sobre o tema tentando refletir sobre duas lógicas. A quem interessar possa.

o uso de animais na pesquisa científica

Outubro 19, 2013 § 9 Comentários

Vira e mexe o tema vem à tona, geralmente por conta de alguma invasão de ativistas a laboratórios de pesquisa ou algo do tipo. Foi assim, por exemplo, em 2005. Está sendo assim desde este evento ocorrido ontem. De diferença significativa entre estes dois eventos está o boom das mídias sociais. Achismos sempre houve, mas até então mais restritos a papos em algumas mesas de bar. Agora estão espalhados pra todo lado via Twitter ou Facebook, e temas como este são verdadeiros rastilhos de pólvora. Pena que rastilho para achismos – superficialidades (pra dizer o mínimo) como Famosos comentaram nas redes sociais o ato de ativistas que invadiram o laboratório do instituto Royal – e não para um debate sério e aprofundado sobre o tema. Pena que não para levantar informação de fato que possa fundamentar esse debate.

É óbvio que maus tratos devem ser proibidos e punidos. Também não dá para negar que foi graças a alguns movimentos sociais (bem antes da era das petições online, em que não se gasta “nem 3 minutinhos, gente!”) que esta mentalidade se tornou vigente, garantindo que o uso de animais em pesquisa científica seja regulamentado, controlado e restrito a determinadas situações (aqui um resuminho de como é a mais atual regulamentação no Brasil). Mas aplicar e defender isso é bem diferente de defender acabar com o uso de animais em pesquisa. Se você não enxerga essa diferença, deveria ler os links abaixo (o que, inevitavelmente, vai levar um pouco mais que três minutinhos). Agora, se você é do tipo que pensa que seria muito melhor trocar a pesquisa em animais como coelhos e gatos por pesquisa em presidiários, não tenho nada a lhe dizer (e menos ainda quero escutar algo de você; já bastam absurdos como este que li nas redes sociais).

como os cientistas vêem o mundo

Junho 30, 2010 § 5 Comentários

Alô, mamãe! Esse post é em sua homenagem!

Só porque eu, como você diz, “estraguei” a beleza da flor primavera ao contar que as flores mesmos são os branquinhos de dentro e que a bela parte colorida são brácteas involuncrais modificadas que propiciam a atração de insetos polinizadores.

por que a ciência é importante?

Janeiro 13, 2010 § 27 Comentários

A pergunta é parecida com a de ontem, mas essa tem uma outra história. Alom Shaha, um professor de ciências na Inglaterra, queria explicar para seus alunos porque a ciência é importante. Para tanto, decidiu ouvir a opinião de cientistas, tecnólogos, professores de ciências e outros amantes e praticantes da ciência.

Os depoimentos integram o projeto Why is science important?, que envolve um filme e um blog, e inclui o relato do próprio professor sobre a importância da ciência. O filme é este abaixo e, para aqueles que conseguem entender o inglês sem legendas, realmente vale a meia hora de duração.

Além das opiniões registradas no filme, o blog apresenta diversos outros depoimentos. Selecionei trechos de dois com os quais me identifiquei mais (livre tradução):

A ciência é importante porque o ato de fazer ciência é um processo criativo. [...] Depois do amor, a criatividade é a mais importante qualidade humana. A ciência não só é criativa, como propicia a criação. (Martin Budden, arquiteto de softwares).

[...] os seres humanos como espécie são intrinsicamente curiosos e a ciência nos provê ferramentas cada vez mais avançadas para exploração. Ela nos permite tanto olhar para as interações entre as sociedades humanas no mundo, quanto investigar os aspectos não humanos da natureza e tentar e responder a questão central sobre nossa existência: “onde nos encaixamos na grande estrutura?” (Laura Goodall, jornalista científica)

Você também pode contribuir para o projeto registrando sua ideia sobre a importância da ciência aqui. E vou gostar muito se deixá-la registrada também abaixo nos comentários do blog, com a vantagem de que aqui pode ser em português mesmo. E então, por que a ciência é importante na sua opinião?

o que você considera importante na ciência?

Janeiro 12, 2010 § 2 Comentários

Essa é a pergunta que norteia o projeto The Exquisite Corpse of Science, que foi traduzido para o português como O Cadáver Esquisito da Ciência. A ideia é que você acesse um dos links (português ou inglês) e adicione a um mosaico de desenhos um desenho feito por você e que represente aquilo que você considera importante na ciência.

O projeto é um iniciativa de Tim Jones, um engenheiro químico londrino que tratou de buscar as respostas para as seguintes perguntas: como diferentes pessoas e grupos de pessoas enxergam a ciência? O que essas pessoas sabem sobre ciência? O que elas consideram importante na ciência?

O grupo liderado por Jones analisou os desenhos subdividindo-os em três categorias, de acordo com a atividade do “desenhista”: cientistas, comunicadores de ciência e estudantes. O resultado é muito interessante e pode ser observado no vídeo abaixo, o qual foi elaborado pela equipe com alguns dos desenhos coletados.

Há mais desenhos participantes do projeto nessa série de slides da Seed Magazine. Veja descrição mais detalhada do projeto em artigo de Tim Jones na Seed e em post no seu blog Zoonomian.

Where Am I?

You are currently browsing the percepção pública da ciência category at ciência na mídia.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 62 outros seguidores

%d bloggers like this: